Informações de Contato


BELO HORIZONTE, MG

Estamos disponíveis Ligue agora.

Projeção Bairro Nazaré – Foto: Pedro Carvalho

Um momento de convívio entre atuantes e público para comer, beber e compartilhar a vida, memórias, sonhos e receitas. Experiência que poderia acontecer no teatro, mas com os novos tempos, será numa sala de zoom, via transmissão no YouTube. “Queremos ‘jogar conversa dentro’, cear é um pretexto para estar juntos”, explica a diretora Rafaela Kênia sobre “Ceia”, um dos episódios de “Errantes” do Grupo Teatro Público, que no dia 8 de outubro, quinta-feira, às 20h, inaugura o primeiro encontro virtual dos artistas com o público. A dramaturgia é de Raysner de Paula e, a orientação de pesquisa, de Nina Caetano e Julia Guimarães. Os episódios são lançados periodicamente, ao longo da temporada, que segue em cartaz por 40 dias, até 15 de novembrono site www.errantes.net.

O espetáculo “Errantes” lança mão das noções conviviais e relacionais da história de Jesus Cristo para propor encontro, presença, memória, afetos e partilha, por meio das plataformas digitais, e, em contraponto, propõe um distanciamento do que representa essa figura de Cristo no imaginário da maior parte do Ocidente. Para assistir à “Ceia” e a todos os episódios da temporada, basta o espectador acessar o site errantes.net. Já para estar presente na sala virtual e interagir em tempo real nas performances, a inscrições é pelo sympla, até 7 de outubro, quarta. As vagas são limitadas, apenas 18 espectadores por dia

A temporada de “Errantes” é dividida em 9 episódios. “Como estamos vivendo esse excesso no mundo digital, a ideia é que o espectador tenha espaços de respiro entre um episódio e outro. Assim também como são narrados os passos de Cristo, ou ainda, os atos de uma peça”, explica a diretora e integrante do grupo Rafaela Kênia. O primeiro episódio – “Prólogo” -, um vídeo documental (produzido pela NAUM), será publicado, às 18h, no dia 7/10 (quarta). Como o próprio nome diz, “Prólogo” é uma preparação para o público embarcar na jornada. O episódio relata o processo de criação do trabalho, durante o isolamento. “Passamos por uma espécie de Calvário, tendo que descobrir como criar na adversidade. A impossibilidade de não estarmos com as pessoas em geral e com o público, é uma cruz que pesa nesse momento de pandemia para o artista. Nas errâncias e quedas, a gente foi descobrindo outros significados”, completa.

Depois dos episódios “Prólogo” (I) “Ceia” (II), o público tem acesso a “Quedas” (III) – vídeos caseiros que mostram a inquietação e percalços vividos pelos ator Marcelo Alessio no processo de criação, em confinamento; Em “Julgamento” (IV), uma videoconferênciatransmitida, ao vivo, leva os espectadores a um tribunal com o personagem Judas Iscariotes, quepede a revisão da acusação como “discípulo traidor”;Em “Mães” (V), a atriz Pipe Montesano compartilha, ao vivo e exclusivamente para um público de mães, a história de Jéssica: travesti residente em São Paulo, cuja vida se aproxima, em alguns momentos, da trajetória de Jesus e da própria atriz. 

No episódio “Faces” (VI), o ator Diego Poça atrita a sua corporeidade de homem negro com a imagem amplamente difundida de um Jesus branco-europeu. Nesta proposta, o grupo realiza uma projeção, ao vivo, no bairro Nazaré (BH)em formato de videoinstalação a céu aberto.”Foi uma solução encontrada para a pandemia,além de ser uma ação muito próxima da tradição do grupo, de dialogar com espaços públicos e seus moradores, explica a atriz Luciana Araújo.

“Morte” (VII), com orientação sonora de Tatá Santana,propõe um programa daRádio Boa Nova no formato de podcast, apresentado nas vozes das atrizes e dos atores. No programa do dia, a transmissão será conduzida somente por Madá (Madalena), porque JC foi morto no beco do Calvário. “Recomeço” (VIII) é umato performativo de uma mulher (símbolo da fertilidade) que espalha sementes no asfalto, durante o trajeto a pé do bairro Paraíso (morte) ao bairro Nazaré (origem de Cristo). A performance é protagonizada por Luciana Araújo e será transmitida ao vivo.

Com “Epílogo” (IX), encerra a jornada virtual de “Errantes”. O episódio é um vídeo gravado coletivamente e realizado por cada artista em sua “janela” virtual do Zoom. O que fica dessa história de Jesus Cristo? Qual passagem toca cada atuante? Essas são as perguntas que norteiam “Epílogo”, composto por instalações imagéticas que mesclam vida, paixão, morte e memórias. Após o lançamento deste último episódio, todo o trabalho permanece disponível ao público, podendo ser visitado e revisitado até que se completem os 40 dias da temporada.

Segundo Luciana Araújo, que também assina a coordenação de produção, o percurso de “Errantes” teria sido outro. “No projeto original a proposta “era mapear bairros de Belo Horizonte que tivessem nomes relacionados a episódios da vida de Cristo como Canaã, Nazaré, Sagrada Família, Paraíso, Sion e Vila das Oliveiras”O processo de criação começou no final de 2019. “Fizemos algumas práticas de incursão pelos bairros até chegar numa possível proposta de errância”, relata.

O itinerário seria feito a pé e ligaria o bairro Nazaré ao Paraíso, passando pelo Sagrada Família, mas “em março, fomos surpreendidos pela pandemia e obrigados a ficar em casa”, recorda a diretora Rafaela Kênia. Para ela, além do desafio de não poder conviver durante o trabalho com os moradores e transeuntes dos bairros, “curiosamente, no instante em que nós, pela primeira vez, decidimos fazer algo mais performativo, sem a utilização das máscaras, foi o momento em que todos se viram obrigados a usá-las”, explica.

ERRANTES – Uma jornada em nove episódios

07 de outubro a 15 de novembro de 2020
7 de outubro – “Prólogo” – vídeo sobre o processo, de preparação para a temporada – 18h
8 de outubro – “CEIA” – primeiro encontro virtual dos artistas com o público – 20h
Episódios disponíveis até o final da temporada no site www.errantes.net
Ferramentas de transmissão: youtube, instagram e zoom.
Inscrições para os episódios, ao vivo, até toda quarta-feira antes de cada episódio
Episódio CEIA – inscrições até 7 de outubro, quarta-feira
Episódio JULGAMENTO – inscrições até 14 de outubro, quarta-feira
Episódio MÃES – inscrições até 21 de outubro, quarta-feira

SINOPSE:
POR EPISÓDIO

I. Prólogo – Vídeo Documental
07 de outubro
Horário: 18h | Local: www.errantes.net
O Prólogo é um vídeo documental do processo de criação, produzido pela Naum Audiovisual, a partir de correspondências trocadas pelos artistas ao longo do processo e imagens de suas casas, objetos e memórias. No vídeo, são revelados os caminhos, atravessamentos, conjunturas e desejos que trouxeram os artistas até o momento em que o público inicia sua jornada com o Teatro Público. Observação: Vídeo gravado lançado 1x no Youtube, permanecendo aberto até o final da temporada no site da obra: errantes.net, onde também estará o link de exibição.

II. Ceia
08, 09 e 10 de outubro
Horário: 20h | Local: www.errantes.net
A ceia é um episódio convivial que consiste em um encontro entre atuantes e público para comer, beber e compartilhar vida, memórias, sonhos e receitas. O mote é “jogar conversa dentro”, comer, beber e conviver. Durante essa comunhão, serão partilhados atravessamentos, dizeres, reflexões e imagens que se conectam a história e ações atribuídas a Jesus Cristo. Observação: Episódio em videoconferência pelo Zoom, ao vivo, com transmissão pelo youtube, abre e fecha a cada apresentação. Acontece 3x e após a última apresentação fica aberto até o final da temporada no site da obra: errantes.net, onde também se encontra o link de exibição.

III. Quedas
14, 21 e 28 de outubro
Horário: 15h | Local: www.errantes.net
Uma sequência de vídeos curtos produzidos pelo ator Marcelo Alessio cria uma espécie de distanciamento que revela ao público outras dimensões do trabalho “Errantes”. Os vídeos caseiros compartilham a travessia do ator durante o processo criativo, mostrando seus percalços, impressões, dúvidas, inquietações, angústias, curiosidades, descobertas e os paradoxos da migração para os dispositivos virtuais em tempos de confinamento e isolamento social. Observação: Episódio composto por 3 vídeos curtos lançados no Stories do instagram do Teatro Público (@teatropublicobh). Cada vídeo é lançado 1x e ficam aberto até o final da temporada no site da obra: errantes.net, onde também se encontra o link de exibição.

IV. Julgamento
15, 16 e 17 de outubro
Horário: 20h | Local: www.errantes.net
No “Julgamento” instaura-se um tribunal onde o objeto julgado é o caso zero trinta e três atribuído ao Sr. Judas Iscariotes que pede revisão da acusação proferida a ele como “discípulo traidor” do então proclamado Messias, também chamado Jesus Cristo. O julgamento acontece em diferentes etapas que se desdobram, ampliando as perspectivas do que realmente está em jogo neste tribunal virtual. Observação: Episódio em videoconferência pelo Zoom, ao vivo, com transmissão pelo youtube, abre e fecha a cada apresentação. O episódio acontece 3x e após a última apresentação fica aberto até o final da temporada no site da obra: errantes.net, onde também se encontra o link de exibição.

V. Mães
22, 23 e 24 de outubro
Horário: 20h | Local: www.errantes.net
Neste episódio, a atriz Pipe Montesano compartilha com um grupo de mães a história de Jéssica: uma travesti que vive, atualmente, em São Paulo cuja biografia se aproxima em diversos momentos com sua própria trajetória bem como a de Jesus. Ao longo do episódio, a atriz se desmonta e canta uma música intitulada “Canto de Verônica”, remetendo à figura que, segundo a mitologia cristã, limpou o rosto ensanguentado de Cristo a caminho do calvário. Observação: Episódio em videoconferência pelo Zoom, ao vivo, com transmissão pelo youtube, abre e fecha a cada apresentação. O episódio acontece 3x e após a última apresentação fica aberto até o final da temporada no site da obra: errantes.net, onde também se encontra o link de exibição.

VI. Faces
29 de outubro
Horário: 19h | Local: www.errantes.net
Qual o rosto, qual a cor, qual o corpo, qual a cara, qual cabelo… Qual Cristo habita, visualmente, o seu imaginário? Neste episódio, o ator Diego Poça atrita a sua corporeidade de homem negro com a imagem amplamente difundida de um Jesus branco-europeu. Em um vídeo projetado no bairro Nazaré, o ator executa uma partitura corporal que sobrepõe as imagens de Jesus que contornam o imaginário da sociedade. Observação: Projeção no espaço público do bairro Nazaré, transmitida ao vivo pelo instagram e youtube. Acontece 1x, sendo que a transmissão é gravada e permanece aberta até o final da temporada no site da obra: errantes.net, onde também estará o link de exibição.

VII. Morte
Data: 30 de outubro
Horário: 15 horas | Local: www.errantes.net
Este episódio se passa na Rádio Boa Nova, um programa para anunciar e rememorar. E hoje o programa está sendo apresentado exclusivamente por Madá porque JC ainda não chegou. Ele está atrasado. No desfecho, recebemos a notícia de que ele foi morto no beco do Calvário.

Observação: Podcast gravado, lançado 1x no Youtube, permanecendo aberto até o final da temporada no site da obra: errantes.net, onde também estará o link de exibição.

VIII. Recomeço
Data: 31 de outubro
Horário: 6:00 | Local: www.errantes.net
Recomeço é um ato performativo em que uma mulher, simbolizando a fertilidade, a mãe, a terra, caminha a pé, do bairro Paraíso ao bairro Nazaré, espalhando sementes pelo asfalto. O Paraíso está ligado à morte e o Nazaré refere-se a origem de Cristo, de modo que o caminho inverso reflete à ideia de “renascimento”. Durante a caminhada, rastros deixados no percurso marcam o trajeto de um bairro a outro. Observação: Ato performativo no espaço público, transmitido ao vivo pelo instagram e youtube. Acontece 1x, sendo que a transmissão é gravada e permanece aberta até o final da temporada no site da obra: errantes.net, onde também estará o link de exibição.

IX. Epílogo
Data: 01 de novembro | Horário: 18h
Local: www.errantes.net
Este episódio consiste em uma composição de instalações imagéticas elaboradas pelos artistas e realizada por cada uma e cada um em sua “janela” do virtual do Zoom.  O que fica dessa história de Jesus Cristo? Qual passagem toca cada atuante? Nas janelas virtuais será possível encontrar altares que mesclam vida, paixão, morte e memórias. O episódio será em forma de vídeo gravado, transmitido pelo youtube para o público amplo. Observação: Episódio em vídeo gravado, lançado 1x no Youtube, permanecendo aberto até o final da temporada no site da obra: errantes.net, onde também estará o link de exibição.



Compartilhar:

administrator