Informações de Contato


BELO HORIZONTE, MG

Estamos disponíveis Ligue agora.

A noite de sexta-feira, 29 de setembro, será dedicada ao cinema e a música na capital mineira, com a realização da abertura oficial da 19ª edição do Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte – FESTCURTASBH. A partir das 20 horas, acontece a solenidade de abertura no Cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes. Em seguida, às 20h30, serão exibidos os curtas Elle et la Poule, de Kika Nicolela, (5’, França, Brasil e Canadá), ExPerimetral, de Daniel Oliveira Santos, (10’, Rio de Janeiro), Now, de Santiago Alvarez, (6’, Cuba, 1965), Contestação, de João Silvério (Trevisan, 14’, 1969, Brasil).  

A programação segue no jardim interno do Palácio das Artes, a partir das 21h05, com performances de DJs e projeções. E, às 22h30, a Orquesta Atípica de Lhamas promete colocar o público para dançar com o animado repertório que faz uma fusão de sonoridades e referências, do charango aos teclados, das alfaias à guitarra com o acento portunhol. O grupo é composto por Peu Cardoso (teclados), Rodrigo Magalhães (baixo), Carlos Jáuregui e Gustavo Dialva (voz, guitarra e percussão), Chaya Vazquez, Claudia Manzo e Laura Lopes (voz e percussão), Ygor Rajão e Marcelo Pereira (sopros), e Alcione Oliveira, Fernando “Feijão”, Lucas Buzatti, Nara Torres, Pedro Thiago, Poliana Tuchia e Tamás Bodolay (percussão).

Haverá ainda venda de bebidas e comidas em barraquinhas da Tia Nega e Las Chicas Vegan. Os ingressos gratuitos para a exibição dos filmes e as performances musicais serão distribuídos a partir das 19 horas na bilheteria do Cine Humberto Mauro.

SOBRE OS FILMES

“Elle et la Poule” (Ela e a Galinha), de Kika Nicolela, (5’, França, Brasil e Canadá) – Ela tem uma história a contar, e a galinha Bete é sua testemunha. Usando humor negro, um monólogo afiado e o deslocamento de estereótipos femininos, Ela e a Galinha mergulha em questões difíceis, tais como abuso sexual e violência contra a mulher. Esse filme faz parte do projeto transdisciplinar DOLLHOUSE, uma colaboração entre as companhias canadenses Manonfaitdeladanse, Bye Bye Princesse e a realizadora brasileira Kika Nicolela.

“ExPerimetral”, de Daniel Oliveira Santos, (10’, Rio de Janeiro) – Com o melhor emprego do mundo, o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, defende o seu projeto de gestão, apresentando os grandes desafios e os transformando em grandes oportunidades para o futuro da civilização. Impulsionado pelos grandes eventos esportivos e pelo capital privado, a cidade alavancou um conturbado processo de gentrificação, deixando rastros de dúvidas e desgostos à uma parcela da população.

“Now”, de Santiago Alvarez, (6’, Cuba, 1965) – Documentário sobre racismo nos Estados Unidos da América. O filme utiliza a música Now, cantada por Lena Horne, e é considerado o primeiro vídeo clipe cinematográfico.

 “Contestação”, de João Silvério (Trevisan, 14’, 1969, Brasil) – Realizado clandestinamente durante a ditadura militar brasileira, Contestação se insere no conceito de cinema de guerrilha. Em torno da revelação de uma frase supostamente de Mao Tsé-Tung, as imagens vão captando momentos de resistência e luta de populares, estudantes e negros, em várias partes do mundo, contra os poderes constituídos opressivos.  Antes de tudo, seu propósito é de filme-incitação. 

 

19o FESTCURTASBH
No período entre 29 de setembro e 8 de outubro, Belo Horizonte será palco de um dos mais importantes festivais de curta-metragem do Brasil – o FESTCURTASBH. A 19ª edição do Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte, realização do Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado, acontecerá no Cine Humberto Mauro e na Sala Juvenal Dias, no Palácio das Artes e, além da exibição de 147 filmes, a mostra promoverá seminários, oficinas cursos, mostras temáticas e debates gratuitos. Neste ano, foram recebidas 2.319 inscrições, de 98 países.

A 19ª edição do FESTCURTASBH promove a difusão de uma vigorosa produção cinematográfica nacional e internacional do curta-metragem que lida de forma inquieta e inventiva com temas da atualidade e, ao mesmo tempo, resgata e revisita obras históricas pouco conhecidas do público. Luta política, memória, corpo, gênero e espaço urbano são algumas das questões abordadas nas mostras competitivas, paralelas e especiais.

 

SERVIÇO
19º Festival Internacional de Curtas Metragens de Belo Horizonte –

FESTCURTASBH
29 de setembro a 8 de outubro de 2017.

Cine Humberto Mauro e Sala Juvenal Dias, Palácio das Artes.
Av. Afonso Pena, 1537 – Centro, Belo Horizonte.
Entrada gratuita – retirada de ingressos 30 minutos antes de cada sessão.
Informações para o público: (31) 3236-7333

Compartilhar:

administrator